selo aldir blanc preto

Lara Marques. Formada em Museologia pela UFBA, tem uma experiência diversificada na área – que vai da documentação e fotografia de acervos históricos à coleta e armazenamento de material genético de animais, conservados em tanques de nitrogênio. A arte, no entanto, é o que mais a atrai. O Museu Afro-Brasileiro da UFBA, o Museu de Arte Moderna da Bahia, a SRO Photogallery e o complexo da Landmark Arts, onde já trabalhou, possibilitaram que a museóloga tivesse um contato ativo com artistas e obras e pudesse atuar na concepção, expografia, curadoria e montagem de múltiplas exposições. Atualmente, é mestranda no curso de História da Arte na EBA/UFBA e investiga a arte contemporânea de contexto indígena nas Américas. Na pesquisa, aborda a formação de estereótipos dos povos originários e seu reforço nas mídias; posicionamentos políticos através da arte contemporânea; e a possibilidade de utilização dos museus e exposições em prol da transformação de narrativas.

Dag Gadol

Palavras-chave: Mergulho; Meditação; Cura

Técnicas: Carimbo, colagem e fotografia

Fui engolida por uma grande peixa, minha mãe. Nela meditei, encontrei  irmãos e irmãs, naveguei em sua barriga por oceanos inteiros, subimos rios. Perdi o medo de mergulhar no infinito. Te convido. Monte sua própria viagem ao fundo de si com seu tangram.

Afago Pixelado

Palavras-chave: Internet; Conexão, Distância

Técnicas: Trama de papel e Carimbo

Entre fios caídos e conexões partidas, o afeto. Emoções travadas em telas, ausência de cafuné. O afago é digital e está pixelado. Saudade de te abraçar.

realização

apoio financeiro